quinta-feira, 28 de maio de 2009

Quando o tempo pede cuidado

O texto abaixo foi escrito por Paul Nuccio, Instrutor Líder do Rider's Edge. Trecho extraído da revista americana HOG Tales, edição Março/Abril de 2006, sessão Between the Lines.

Todos nós já passamos por isso. Você está guiando sua moto – seja em uma estrada ou na cidade – quando, de repente, o tempo vira e a ameaça de chuva se torna presente.

Nuvens negras aparecem no horizonte, seguindo ao seu encontro e ameaçam tornar um passeio tranquilo em algo mais desafiador.

Ou, de vez em quando, ainda nem saímos de casa, mas a previsão do tempo diz que a chuva está a caminho e rapidamente torna o dia menos convidativo para rodar de moto.

Então você se pergunta: Que roupas e equipamentos devo usar? Como devo me preparar? Como devo ajustar meu estilo de pilotagem para acomodar os desafios que me aguardam?

Todas ótimas perguntas, mas a primeira que você deve se fazer nessa situação é: Eu quero mesmo andar de moto nessas condições? Ou devo deixar a moto de lado neste dia?

Agora você deve estar pensando: “Ele está brincando? Eu não vou cancelar meu passeio por causa de um pouco de chuva! E se eu estiver na estrada com uma turma e não tiver escolha?”

Você sempre tem escolha. Você é responsável por sua própria segurança e sob nenhuma circunstância você deve sair em condições desconfortáveis para seus critérios. Sem dúvida, em alguns casos essa decisão poderá ser difícil, por exemplo: pressão da turma (mesmo que não intencional), pode ser algo poderoso, pois ninguém quer ser um estraga prazer.

Mas, aqui vai outra forma de ver essa situação: Se você quiser impressionar alguém, mostre o seu bom senso, conheça seus limites e nunca rode acima deles, mesmo que outros de sua turma decidam seguir em frente.

O ideal é estar com flexibilidade de tempo toda vez que você estiver em cima de uma motocicleta, para que possa mudar os planos, se necessário.

Mesmo em passeios longos, os planejadores não programam uma quantidade de quilometros exagerada por dia, possibilitando assim que se aguarde uma tempestade passar ou mesmo atrasar a saída, para que as condições meteorológicas melhorem.

Em resumo, exercitando o bom senso e tomando as precauções apropriadas, não há razão para que uma chuva arruíne o seu passeio de moto.

As motos atuais rodam bem em baixo de chuva, pois a tecnologia possibilita a produção de melhores pneus, suspensões e freios. Essa é a boa noticia.

A performance ainda é afetada por condições chuvosas e ajustes precisam ser feitos, mas os efeitos não são tão drásticos como eram antigamente.


REDUZA A VELOCIDADE


Se existe algo que você deve lembrar quando estiver rodando na chuva (ou outra condição adversa) é diminuir a velocidade e aumentar a margem de segurança.

Aumente a distância entre as motos (se estiver rodando em grupo) e aumente ainda mais a distancia entre os demais veículos de todos os lados, inclusive o traseiro. Isso possibilitará mais tempo de reação e é a atitude mais importante que você pode tomar.

Além disso, o único truque para rodar na chuva é prestar ainda mais atenção nas coisas que você já costuma fazer quando o tempo está bom.


Lembre-se sempre dessas variáveis:


CARACTERÍSTICAS DA ESTRADA


Na chuva, você encontrará superfícies lisas como o gelo e deve evitá-las a todo custo, como por exemplo: trilhos de trem, tampas de bueiro e faixas de pedestre. Aliás, em todo ponto onde houver tinta (faixas, setas, etc) a aderência será muito menor, cuidado.

Para evitar perder o controle da moto, não freie ou acelere quando estiver passando sobre essas superfícies. Na realidade, é melhor simplesmente apertar a embreagem e passar reto sobre a superfície, até mesmo o freio-motor pode causar a perda de tração.

Antecipar é o segredo. Utilize-se da sigla E.A.E. (Escaneie, Avalie e Execute) e, quando identificar uma dessas superfícies escorregadias, pense com antecedência, diminua e, se possível, desvie. Evite ações repentinas.


TEMPO


O momento mais perigoso para andar de moto é durante os primeiros minutos de chuva, pois o óleo que eventualmente esteja depositado na estrada tende a flutuar para a superfície e criar pequenas poças de óleo.


EQUIPAMENTO


Uma inspeção na moto, antes de sair, é sempre recomendada. Sempre cheque os pneus, controles, luzes, óleos e fluidos.


CARGA


Uma moto desbalanceada fará o condutor sofrer mais em condições adversas. A bagagem deverá ser distribuída em pesos iguais ao redor da moto, com os itens mais pesados acondicionados nas partes mais baixas e mais próximas do centro da motocicleta.


PASSAGEIROS


Caso esteja com um passageiro, a decisão de rodar na chuva deverá ser tomada em conjunto. Leve em consideração sua experiência, tanto em pilotar com passageiro quanto em rodar em condições adversas. Não deixe seu ego falar mais alto e lembre-se que a vida de outra pessoa está em suas mãos.


PROGRAMAÇÃO


Nunca pilote com pressa. Não tenha medo de estacionar e mudar de planos, caso as condições do tempo mudem. Atualize-se com a previsão do tempo. Converse com as pessoas daquela região, pois elas saberão mais a respeito do clima naquela área. Telefone e avise que irá atrasar, se necessário.


FADIGA


Um clima desfavorável torna ainda mais importante as paradas para descanso. Saia da motocicleta e estique o corpo com mais frequência. Se aqueça. Coma algo. Se estiver desconfortável, cansado e com frio, a sua atenção estará dividida e você não prestará tanta atenção quanto deveria ao que está em sua frente. As reações também ficarão mais lentas, prejudicando sua capacidade mental, independentemente de sua capacidade física.


ROUPAS


Utilizar roupas apropriadas para o clima farão um mundo de diferença. Felizmente, vivemos em tempos onde existem roupas de alta tecnologia, que podem ser embaladas em pequenos espaços. Lembre-se: coloque a capa ao primeiro sinal de chuva, pois é muito mais fácil permanecer seco do que precisar se secar.

Os principais equipamentos para chuva são os seguintes: capa de chuva (jaqueta e calça), capacete fechado, botas e luvas impermeáveis.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Passeio para Itanhaém



Neste sábado visitaremos o município de Itanhaém, situada no litoral sul de São Paulo. O almoço será de frente para o mar, em um restaurante espanhol inaugurado em 1980. A previsão do tempo promete um dia de sol, sem probabilidade de chuva.
Plano de Viagem
Data: Sábado, 30 de Maio de 2009
Local do Encontro: HD Bandeirantes
Horário da Saída: 10:30 horas – pontualmente
Passeio: Bate & Volta, com almoço no restaurante Taberna Baska
Link: www.tabernabaska.com.br
Distância: 100 Kms
Briefing do Passeio: Rodovia dos Imigrantes até a saída para Itanhaém.
CHEGUEM COM SUAS MOTOCICLETAS ABASTECIDAS!

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Festa Julina

Ibiúna






















Esses foram os principais tópicos do passeio: O Ronaldo foi parado pela Policia, por excesso de rebolado. Comentaram que o Vitório guia sua moto por sonar. O Paulo ainda não entendeu porque seu apelido é Bipolar. O Maurício reapareceu com a corda toda para rodar conosco. O Plabo foi considerado um pai coruja. A Daphne vai abandonar nossa turma para rodar com as "Ladies of Harley". Minha meia azul foi devidamente zoada. O Chiquito nos apresentou dois amigos que tem casa no condomínio que visitamos, e, por coincidência, os dois chamam Mário. Depois da excelente feijoada nós fomos convidados para tomar café na casa do Mário e, após colhermos algumas carambolas, voltamos para São Paulo. Mais um passeio que fugiu às expectativas, de tão bom.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Passeio para Ibiúna

Neste sábado visitaremos a cidade de Ibiúna. O almoço será dentro do Condomínio Porto de Ibiúna (também conhecido como Veleiros de Ibiúna), que é famoso pelos restaurantes à beira do lago, com belas paisagens e ótimo custo x benefício.
Plano de Viagem
Data: Sábado, 23 de Maio de 2009
Local do Encontro: HD Bandeirantes
Horário da Saída: 10:30 horas – pontualmente
Passeio: Bate & Volta, com almoço no Condomínio Porto de Ibiúna
Distância: 90 Kms
Briefing do Passeio: Rodovia Raposo Tavares até Vargem Grande Paulista, depois seguir sentido Piedade até a Estrada Bunjiro Nakao, Km. 82,5.
CHEGUEM COM SUAS MOTOCICLETAS ABASTECIDAS!

Fogo de Chão









Amigos, ontem foi uma noite memorável. Quero aproveitar e pedir desculpas à todos pelo meu pequeno erro na estimativa de quanto iria dar por pessoa. Mas tenham certeza que, de minha parte, valeu cada centavo. O atendimento foi nota 10 e as carnes estavam nota 1.000. Além disso, o mais importante é reunir a turma, não importa onde. Compareceram: Vitório, Chiquito, Ronaldo, Maurício, Paulo, Celso, Silveira e Giovanni.

terça-feira, 19 de maio de 2009

A Super Máquina

Assistam ao trailer da re-estréia do seriado Super Máquina, cujo nome original nos EUA é Knight Rider. O veículo utilizado nessa nova versão é um Mustang Shelby Cobra GT.

Jantar no Fogo de Chão

Motivados pelo sucesso da primeira Churrascaria Fogo de Chão inaugurada em 1979, na cidade de Porto Alegre, os sócios resolveram partir para São Paulo e inauguraram sua primeira casa por aqui em 1986. A casa permanece no mesmo local até hoje e é reconhecida mundialmente como uma das melhores churrascarias, devido ao ótimo atendimento e à qualidade de suas carnes, desde a seleção, passando pelo preparo e a maneira de servir. Hoje, a churrascaria mais celebrada de São Paulo possui 6 restaurantes no Brasil e 15 nos Estados Unidos.
Amanhã, dia 20/05/09, quarta-feira, às 20:30 horas, nos encontraremos nesse restaurante, para jantar e, especialmente, nos divertirmos muito.
Contamos com a presença de todos!
Av. Moreira Guimarães, 964
Moema - Tel: 5056-1795

Bar do Santa

"Imagine, entre um petisco e outro, assistir sua moto sendo lavada "in loco". Isso já é possível.
O Bar do Santa instalou duas redomas de vidro, de 8 metros quadrados cada uma, para servir como lava-rápido de motocicletas. Elas ficam entre a entrada e o salão do bar.
Assim, é possível acompanhar todo o trabalho, da lavagem ao enceramento. O lava-rápido funciona de terça a sábado e nos feriados, das 10h às 19h, e domingo, das 12h às 17h. Com reserva, é possível fazer a lavagem até meia-noite.
A lavagem custa R$ 35,00."
Bar do Santa: Rua Fidalga, 330
Vila Madalena - Tel: 3819-0177
(Texto extraido do site www.rockriders.com.br)

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Passeio para Sorocaba

Imocx Weekend

Desta vez será cobrada inscrição de R$ 50,00 por pessoa para o Izzo Imocx Weekend em Interlagos e será imprescindível a apresentação de atestado médico.
Acredito que essa medida seja interessante para o pessoal que anda de speed, mas para o povo da Harley, que faz uma volta a 10 Km/h no circuito, não tem cabimento.

domingo, 17 de maio de 2009

Sorocaba






















Mais um excelente passeio. O tempo estava ótimo e a companhia ainda melhor.
Nos encontramos na Union, loja do Carlinhos "Pimpão", que aliás está com uma grande seleção de motos semi-novas e uma oficina já famosa pelas ótimas pinturas personalizadas. A última obra-prima foi a moto do Miguel, que ficou um espetáculo, conforme as fotos.
Depois, seguimos viagem até o Bar do Argentino e, após o almoço, o Miguel chamou a turma para tomar um café em sua já famosa casa, em Itú.
Compareceram no passeio: Vitório, Mauro, Paulo, Miguel, Kléber, Luís, Carlinhos, Xisto, Giovanni, Alexandre, Eduardo, Marcão e esposa. Maurício, Plabo e Daphne foram apenas até a Union, mas não puderam seguir viagem até Sorocaba, devido a compromissos.

ANOTEM NA AGENDA: Nesta quarta-feira a turma vai jantar no Fogo de Chão e no final de semana faremos um bate-fica para Ilhabela.